Blog

64 anos da Casa da Esperança de Santos

Há 64 anos, a Casa da Esperança de Santos® (CES), trabalha para reabilitar e habilitar crianças e adolescentes com deficiências, além de dar suporte às suas famílias. Durante todos esses anos, diversas pessoas fizeram parte da história da CES e contribuíram para que ela chegasse até aqui

Uma dessas pessoas é o senhor Hélio Cesário Cardoso, Diretor Administrativo da CES. 

Sr. Hélio - Diretor Administrativo

Sr. Hélio – Diretor Administrativo da CES

Sr. Hélio, como é chamado por todos, ingressou na Instituição em 1972 e continua participando e atuando ativamente até hoje. 

Em homenagem à mais um ano da Casa da Esperança de Santos®, sr. Hélio conta um pouco de seu primeiro contato com a Instituição e ressalta a importância do nosso trabalho. 

“Entrei no Rotary Club de Santos em 26 de maio de 1971 e na época, confesso, devido minha inércia no clube fiquei decepcionado. Meu objetivo ao ingressar era a prestação de serviços à comunidade e nada ainda me haviam solicitado. Pretendia me desligar.

Conheci então, no Rotary Club de Santos, o companheiro rotariano Samuel Augusto Leão de Moura com quem mantive bom relacionamento. Sendo ele, Presidente da Casa da Esperança de Santos®, convidou-me, na ocasião, a visitar e conhecer a Instituição.  Visitei, fiquei encantado. 

Na ocasião conheci sua esposa, dona Vanjú, sempre presente com dedicação extrema nas atividades da CES,  principalmente junto às crianças e mães que, diariamente, frequentavam a Instituição. 

Ao percorrer a CES juntamente com o Presidente, Samuel Augusto Leão de Moura, dona Vanjú sempre nos acompanhou. As salas da Casa da Esperança de Santos®, pintadas na cor verde e a iluminação com globos de luz incandescente, tornavam-as sombrias.

Ao percorrer a CES fiz várias sugestões, Dr. Leão de Moura era um homem extraordinário, com ideias próprias e, apesar de bondoso, resistia, educadamente, a algumas sugestões. A mais resistente era ao meu pedido de pintar em cor branca as salas da entidade e substituir os globos de luz incandescente por modernas luminárias fluorescentes. Ele estava indeciso e dona Vanjú na época se manifestou: “Samuel, faz o que o menino está pedindo”. E assim foi feito, todas as salas foram pintadas bem claras e instaladas modernas luminárias fluorescentes. Surgiu o deslumbramento. As salas encantaram. 

A Casa da Esperança de Santos® para mim tornou-se um templo. Um grandioso templo de amor à criança. Nuvens têm pairado sobre nossa CES. Mas, aquele que envia nuvens também pode limpar o céu. Assim tem sido.

A Casa da Esperança de Santos® nunca está só. Um verdadeiro exército de amor nos tem sido enviado. Verdadeiros anjos, de bondade, nos tem acompanhado.   Ajudando e protegendo. Criaturas que sopraram a esperança em nosso coração.  Anjos de afeto. Anjos de ternura. 

  1. Excelentes procedimentos reabilitacionais são proporcionados às crianças e distinguem seu trabalho.
  2. É constante e crescente a melhoria da qualidade de vida das crianças em tratamento.
  3. Tem proporcionado às famílias extraordinário suporte e maior tranquilidade.
  4. O surgimento de novas e reais possibilidades. 

Hoje os serviços prestados pela Casa da Esperança de Santos® à toda Baixada Santista e Litoral são reconhecidos, indispensáveis, por toda a comunidade. E são indispensáveis pela área governamental. 

  1. Ingressei na Casa da Esperança de Santos em 1972 como voluntário, com 40 anos de idade.
  2. 23/12/1972 eleito Conselheiro
  3. 26/12/1973 eleito Diretor Secretário
  4. 19/07/1995 recebi o título de “Sócio Benemérito”
  5. Acompanhei todos os Presidentes da Instituição e participei de todas  as Diretorias (09) desde a de seu fundador até esta data, que tem como Presidente Charles Ferreira Dias.
  6. Administrador da Casa da Esperança de Santos® de 01/10/2007 à 27/02/2015”

Newsletter

Ícone Whatsapp